Pular para o conteúdo principal

Mulungu - A Viagem


Combinamos de sair de Fortaleza umas 09 horas da manhã de quinta-feira, dia 21 de abril, e antes do meio-dia estaríamos em Mulungu; almoçaríamos em algum restaurante já na serra, e depois seguiríamos o roteiro sugerido pela Marília, principalmente quanto à hospedagem... rsrs...
Mas acordei tarde, e já passava das 10 horas quando pegamos a estrada; viagem maravilhosa, apesar de sermos só nós dois, ou quem sabe por isso mesmo. Eu sempre me digo que viagem perfeita é quando nossos filhos estão junto, mas o Eduardo insiste em tentar me convencer de que não precisa ser sempre assim, e que podemos ( e devemos) nos divertir estando só nós dois. Não acredito nisso, mas ele sempre está certo. Aos berros íamos acompanhando as músicas do Fagner e do Chico Buarque, rindo muito de tudo que aparecia pelo caminho. Começamos a subir a serra por volta de meio-dia, felizes com a mudança do clima; sempre ficamos assim, felizes,quando fazemos esse roteiro de serra,somos tomados por uma alegria tão grande que nem dá pra explicar. Um pouco adiante, no alto da serra, fica o Sítio Nova Holanda, de uns amigos nossos, e o Eduardo pergunta se eu não quero dar uma entradinha pra cumprimentarmos o Max e a Kátia. Como não? Claro que eu quero! Estive aqui apenas uma vez, em um fim-de-semana, numa comemoração do dia de Santo Antônio, mas o Eduardo esteve mais vezes com as crianças; é um lugar lindo, e preciso lembrar-me de sugerir a Marília que o inclua em seu roteiro de viagem a Mulungu. Foi ótimo termos ido até lá! O Max, como sempre, divertidíssimo, e a Kátia sempre gentil e hospitaleira. Valeu demais termos parado no sítio, rimos bastante, e eles nos acompanharam até a casa aonde nos hospedamos em Mulungu, não sem antes insistirem para ficarmos lá com eles. À noite fomos todos à Guaramiranga, visitamos a Pousada dos Capuchinhos, tomamos chocolate quente, demos mais risadas, até que eu praticamente desmaiei... Mas aí já é outra história.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mudar... mudar para alcançar Acreditando sempre ser capaz! Lutar... lutar para alcançar Questionando e obtendo resultados!(Artigo DZ9)

Strange Fruit
( Poema de Lewis Allan, pseudônimo de Abel Meeropol, publicado em 1936.)

Southern trees bear strange fruit,
Blood on the leaves and blood at the root,
Black body swinging in the Southern breeze,
Strange fruit hanging from the poplar trees.

Pastoral scene of the gallant South,
The bulging eyes and the twisted mouth,
Scent of magnolia sweet and fresh,
Then the sudden smell of burning flesh!

Here is fruit for the crows to pluck,
For the rain to gather, for the wind to suck,
For the sun to rot, for the trees to drop,
Here is a strange and bitter crop.


FILME: O CÉREBRO DE HUGO ­­­­ Ficha Técnica
Título Original: Le Cerveau d’Hugo Ano de Produção: 2012 País de Origem: França Gênero: Documentário/Drama/Ficção Roteiro e Direção: Sophie Révil Elenco: Thomas Coumans (Hugo),  Arly Jover (Elisa)
* Glosvalda Correia
O objetivo deste trabalho é apresentar as principais particularidades do AUTISMO desenvolvidas no filme “O Cérebro de Hugo”. Trata-se de um filme no formato de documentário, que explora os estudos realizados no mundo sobre o assunto, e inclui depoimentos de autistas, aspies (Asperger) e familiares. Dentro do documentário desenvolve-se a história de um personagem fictício (baseado em fatos reais), Hugo, um menino que, logo ao nascer, os pais percebem que ele é diferente: tem dificuldades para interagir com seus pais, chorava sem parar, e possuía comportamentos estranhos, como por exemplo tirar todos os livros da estante e jogá-los no chão da sala. O Autismo Asperger é uma condição psicológica de espectro do autismo caracterizada …