Pular para o conteúdo principal

Nem pensar!

Todo ano é sempre a mesma lengalenga para reajustar o salário mínimo do trabalhador. Uma briga sem sentido, que nunca leva a nada, e que nada tem a ver com a hipócrita alegação dos governantes de que um aumento melhorzinho, vai quebrar a previdência e o país. Quanta mentira! O que poderia quebrar o país seriam os rombos e as roubalheiras que vimos assistindo ao longo dos anos, os salários milionários dos parlamentares (outra forma de rombo/roubo), e mesmo assim o Brasil vem se mantendo de pé, à custa da exploração do pobre trabalhador, cujo salário tem seu índice de reajuste debatido, discutido por meses a fio, com a única preocupação de impedir que o pobre venha a ganhar um pouquinho mais. Claro que é um desaforo, quem eles pensam que são, simples trabalhadores explorados, pra sequer pensar em receber um salário mínimo razoável? Não, nem pensar! E também não tem nada a ver com partido de direita ou de esquerda, e nem faz diferença quem está no poder: ninguém que chega lá tem interesse em que seja pago um salário digno ao trabalhador. Desde que eu me entendo por gente assisto campanhas eleitorais em que a principal bandeira é a defesa de um salário mínimo mais justo. Todos, sem exceção. Votei na Dilma, e votei no Lula, duas vezes, mas lembro como se fosse hoje, do Lula babando e esbravejando em um microfone, há uns dez anos, contra o salário indigno do trabalhador. E como diria o Doutor Jackson Sampaio... And now?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mudar... mudar para alcançar Acreditando sempre ser capaz! Lutar... lutar para alcançar Questionando e obtendo resultados!(Artigo DZ9)

Strange Fruit
( Poema de Lewis Allan, pseudônimo de Abel Meeropol, publicado em 1936.)

Southern trees bear strange fruit,
Blood on the leaves and blood at the root,
Black body swinging in the Southern breeze,
Strange fruit hanging from the poplar trees.

Pastoral scene of the gallant South,
The bulging eyes and the twisted mouth,
Scent of magnolia sweet and fresh,
Then the sudden smell of burning flesh!

Here is fruit for the crows to pluck,
For the rain to gather, for the wind to suck,
For the sun to rot, for the trees to drop,
Here is a strange and bitter crop.


FILME: O CÉREBRO DE HUGO ­­­­ Ficha Técnica
Título Original: Le Cerveau d’Hugo Ano de Produção: 2012 País de Origem: França Gênero: Documentário/Drama/Ficção Roteiro e Direção: Sophie Révil Elenco: Thomas Coumans (Hugo),  Arly Jover (Elisa)
* Glosvalda Correia
O objetivo deste trabalho é apresentar as principais particularidades do AUTISMO desenvolvidas no filme “O Cérebro de Hugo”. Trata-se de um filme no formato de documentário, que explora os estudos realizados no mundo sobre o assunto, e inclui depoimentos de autistas, aspies (Asperger) e familiares. Dentro do documentário desenvolve-se a história de um personagem fictício (baseado em fatos reais), Hugo, um menino que, logo ao nascer, os pais percebem que ele é diferente: tem dificuldades para interagir com seus pais, chorava sem parar, e possuía comportamentos estranhos, como por exemplo tirar todos os livros da estante e jogá-los no chão da sala. O Autismo Asperger é uma condição psicológica de espectro do autismo caracterizada …